Resenha | Dez formas de fazer um coração se derreter, de Sarah McLean - Cantinho da Leitura

Resenha | Dez formas de fazer um coração se derreter, de Sarah McLean

16.1.17


Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.

Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.

Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.

Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Editora: Arqueiro | Número de Páginas: 352 | Adicionar: Skoob


Em Maio de 2016 a Editora Arqueiro lançou, Nove regras a ignorar antes de se apaixonar, primeiro volume da Trilogia Os Números do Amor, de Sarah McLean e em Setembro o segundo volume foi lançado, Dez formas de fazer um coração se derreter. Para quem ainda não conhece, informo que esta trilogia nos conta a história de três irmãos: os gêmeos Gabriel e Nicholas St. John, e sua meia-irmã italiana, Juliana. 

No primeiro volume, vimos o amor florescer diante da inusitada amizade entre Calpúrnia Hartwell e Gabriel St. John, e neste segundo volume conhecemos a jovem Isabel Townsend e o irmão gêmeo de Gabriel, Nicholas. 

Isabel Townsend, diferente de Calpúrnia Hartwell - que passou boa parte de sua vida sendo uma dama conforme a sociedade espera, é uma jovem independente, corajosa e extremamente determinada. Isabel teve uma infância difícil, seu pai que nunca foi amoroso e não  zelou os seus filhos acima de tudo depois de sua morte a única coisa que deixou foi uma vida de miséria.

O Conde Perdulário, seu pai, perdeu tudo no jogo - a casa na cidade, as carruagens, os móveis, os cavalos... a filha. Não sobrou nada. Nada além do que seu irmão tem por direito, o título de Conde e suas responsabilidades.


"Não se pode negar que há uma verdadeira epidemia espalhando-se entre as moças de Londres - uma trágica realidade que termina em nada menos do que a pior situação possível. Estamos no referindo, é claro, à solteirice."

A narração de Dez formas de fazer um coração se derreter se intercala entre capítulos pelas perceptivas de Isabel Townsend e Nicholas St. John

A história de inicia a partir do momento da notícia de morte do Conde de Perdulário, um homem que abandonou os filhos e a esposa para viver uma vida devassa no centro de Londres. O Conde Perdulário é o que nos chamaríamos de canalha nos dias atuais, não teve escrúpulos e nem mesmo diante da morte da esposa voltou atrás em suas péssimas atitudes. Deixou Isabel e James, seus dois filhos, na miséria sem ao menos se importar com o futuro que teriam se um dia viesse falecer. 

Felizmente Isabel é uma jovem com determinação suficiente para assumir as responsabilidades pela única propriedade deixada por seu pai, a casa de campo Townsend Park. Enquanto busca meios para recuperar o que é de direito de James, Isabel termina esbarrando no homem que inicialmente não sabia mas que terminaria a solucionar todos os seus problemas.

O Lorde Nicholas St. John, é um dos jovens solteiros mais cobiçados de Londres, o nobre se vê em uma situação difícil depois que seu nome foi mencionado em uma revista feminina muito famosa de Londres. Cansado do assédio sofrido pelas jovens solteiras desde o ocorrido decide partir com um amigo que procura saber o paradeiro da irmã que fugiu.

Os caminhos de Nicholas e Isabel se cruzam quando ele e o amigo chegam a aldeia de Yorkshire, Inglaterra. Nicholas é atraído pela figura enigmática de Isabel caminhando distraidamente pelas ruas de Yarkshire e termina a salvando de um atropelamento. Neste quase trágico acidente Isabel reconhece Nicholas como um famoso especialista em antiguidades, a pessoa perfeita para avaliar sua coleção de estátuas de mármore. O único bem que herdou de seu pai. 

A partir deste encontro, Isabel e Nicholas iniciam uma excitante relação de negócios, confiando a ele seus segredos e a restauração da glória da família,Isabel não só inicia um intenso relacionamento como tem todos os seus desejos realizados. 

(...) Queria estar linda para você. 
    - Você é linda para mim. Sempre, Isabel. De luto, de calças, de vestido de seda... absolutamente nua. Você é sempre linda para mim.
     - Há algo que eu preciso dizer. - Fez uma pausa, e ele esperou. Finalmente ela respirou fundo para se acalmar. - Eu te amo. 

Essa obra é magnífica e muito surpreendente, é o romance perfeito para quem admira romances de época e jovens cavalheiros, personagens virtuosos que apesar de errarem como qualquer ser humano, sabem reconhecer seus erros e pedir perdão. Nicholas é esse tipo de personagem, por diversas vezes durante à leitura me deixou encantada, ou suspirando, ele é digno de suspiros! Isabel não fica para trás, ela é uma das personagens femininas mais corajosa e determinada que já conheci em um romance.

Apesar do meu desagrado a comparações literárias, Isabel me lembrou Elizabeth Bennet, personagem feminina principal do romance Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Ambas compartilham de uma inteligência, e força diferenciada. Isabel apesar de filha única e ter tido uma educação difícil nunca deixou de ser aquilo que aqueles que a amavam precisava. É uma personagem que nos faz refletir sobre o valor que depositamos em nossa família.

Agora, anseio pelo o terceiro e último volume, Onze Leis a Cumprir Na Hora de Seduzir, volume onde conheceremos Juliana, a meia-irmã dos gêmeos Gabriel e Nicholas St. John.

Você também pode gostar

0 (Comentários Desativados)

PARCEIROS 2016

Fãs do Blog

Seguidores (2447) Próxima

PUBLICIDADE