Grupo Editorial Pensamento divulgou nas redes sociais a capa de Fortaleza Negra

Grupo Editorial Pensamento divulgou nas redes sociais a capa de Fortaleza Negra, primeiro volume da trilogia homônima, da autora nacional Kel Costa, sendo que a previsão do lançamento é para julho.
O livro gira em torno de um mundo onde vampiros vivem entre humanos e agora eles se preparam para a invasão de seres mitológicos. Com medo do que pode acontecer, a família de Sasha, a protagonista, decide viver na fortaleza dos vampiros e lá, a garota que dizia odiar esses seres, acaba criando sentimento por um Mestre da Realeza.
Confira a capa e sinopse:
De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta.
Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos!
Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica.
Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada Sasha. Ela não gosta de vampiros e para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo perigo constante. O que a adolescente ruiva não esperava era que os Mestres da Realeza Vampírica fossem tão fascinantes. Principalmente Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário.

Compartilhar:

0 (Comentários Desativados)