Resenha | O Eterno Namorado, de Nora Roberts

sábado, setembro 10, 2016


Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha ou lista de tarefas. No trabalho não é diferente, e é graças a sua obsessão por ordem que a Pousada Boonsboro está prestes a ser inaugurada ­– dentro do cronograma.

A única coisa que Owen jamais previu foi o efeito que Avery MacTavish teria sobre ele. A proprietária da pizzaria em frente à pousada sempre foi amiga da família e agora, enquanto vê em primeira mão a fantástica reforma pela qual o lugar está passando, também observa a mudança gradativa de seus sentimentos por Owen. 

Os dois foram namorados de infância, e desde então tinham estado bem distantes dos pensamentos um do outro. O desejo que começa a surgir entre eles, porém, não tem nada de inocente e é impossível de ignorar. 

Enquanto Owen e Avery decidem se render à paixão e levar seu relacionamento a um nível mais sério, a inauguração da pousada se aproxima e dá a toda a cidade um motivo para comemorar. Mas quando os traumas do passado de Avery batem à porta e a impedem de se entregar, Owen sabe que seu trabalho está longe de terminar. Agora ele precisa convencê-la a baixar a guarda e perceber que aquele que foi seu primeiro amor pode também ser seu eterno namorado.

Editora: Arqueiro | Páginas: 304 | Adicionar: Skoob


O Eterno Namorado, de Nora Roberts é o segundo volume de uma trilogia nomeada  A Pousada. A Editora Arqueiro lançou anteriormente Um novo amanhã, o primeiro volume que narra a história do romântico Beckett Montgomery, que, ao buscar realizar o sonho de sua família, acaba deparando-se com um amor que pensava estar esquecido. 

Para quem não conhece essa trilogia de Nora Roberts informo que cada um dos livros relata a história de um dos irmãos Montgomery que são proprietários de uma antiga pousada da cidade de Boonsboro. A família Montgomery - mãe e filhos -  decidem restaurá-la, e durante sua reforma cada um dos irmãos encontram seus finais felizes. 

Nora Roberts é uma autora que nos apresenta a belíssimos romances, e inclusive aqui no Brasil temos uma excelente série nomeada Quarteto de noivas lançada pela Editora Arqueiro e como nesta série os personagens desta trilogia são bem estruturados financeiramente só que não amorosamente e durante a narração se deparam com alguns dramas e terminam por encontrar o final feliz de seus " contos de fada ".


Em O Eterno Namorado conhecemos Owen Montgomery, que obcecado por organização planejou a restauração da pousada da família em Boonsboro. Owen, é o tipo de homem focado além de extremamente organizado, sua vida vira em torno de um cronograma, para tudo tem sua hora e momento. Mas, o que eu ele não previra era que sua primeira namorada fosse estar novamente em seus pensamentos.

Avery McTavish, é proprietária de uma famosa pizzaria vizinha da Pousada Boonsboro. Amigos desde a infância no passado tiveram uma "paixonite" um pelo o outro, mas o sentimento infantil terminou em amizade. 

Comprometidos com o trabalho monitoram de perto a reforma da pousada e em meio aos preparativos finais os sentimentos sentidos na infância ressurge fortalecido pela experiência. Owen, movido por este novo sentimento planeja a convencer que será o seu último e eterno namorado. 

"Se conseguir levar a ideia adiante, não apenas vou passar a noite com você, mas também vou preparar seu café da manhã."

Every, é uma mulher vibrante, bem humorada e trabalha duro para provar a se mesmo seu próprio valor. Devido a acontecimentos do passado, batalhou sozinha para conseguir o próprio negócio e não há uma pessoa em Boonsboro que não a adquire por isso. Mas, essa é a parte feliz da sua história, existe um amargo em seu passado e quando a felicidade parece estar prestes a ser completa conflitos marcam seu novo trajeto transformando o que parecia certo em dúvida.

Como eu disse anteriormente, os livros de Nora Roberts são romances tradicionais onde os personagens sempre conseguem seus finais felizes após conflitos, e em O Eterno Namorado os personagens se deparam com uma situação peculiar por terem a possibilidade de reviver sentimentos a anos esquecidos, mas que novamente é impedido de ser vivido. Com mudanças de humor,  e reviravoltas a Nora Roberts foi capaz de criar uma história atraente que faz quê o leitor queira saber mais sobre o que irá acontecer a seguir. Confesso, Nora Roberts sempre esteve fora de minhas metas apesar do meu amor imenso por romances e não sei dar uma justificativa por não ter lido nenhum de seus livros até agora, acredito que minhas atividades acadêmicas e responsabilidades com leituras que me proponho a ler mensalmente tenha adiado algumas experiências. 

O Eterno Namorado, nos apresenta a um romance onde velhos amigos que por anos tiveram suas vidas entrelaçados formam uma grande e bela família. O diferencial desta trilogia é essa grande família formada pelos os personagens, são todos amigos que apesar de não esperarem pelo o amor, ele surge de uma forma tão natural e bela que até parece que sempre foram um casal, só que distanciados pelo o tempo terminaram esquecendo que foram feitos um para o outro. Não existe uma urgência para se oficializar a relação de Owen e Avery, eu fiquei fascinada com essa lentidão, para alguns leitores isso pode dar a impressão inicial de uma história lenta, porém é isso que torna um amor, uma relação mais firme e duradoura.

"Nenhum homem fez o que você me fez. Faz. Eu sempre achei que houvesse algo errado comigo, porque eu não conseguia o suficiente. Mas a única coisa errada era que nenhum deles era você."

Você também pode gostar

0 (Comentários Desativados)

PARCEIROS

Fãs do Blog

Seguidores (2342) Próxima

PUBLICIDADE