Resenha | A garota de treze, de Lilian Reis

domingo, julho 10, 2016


Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, ACIMA DE TUDO, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! PELAMORDIDEUS! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!

Editora: Mundo Uno | Páginas: 224 | Adicionar: Skoob

A Garota de Treze, foi lançado na Bienal de Minas e foi um sucesso de vendas. E eu não poderia deixar de conferir este lançamento.


Em A Garota de Treze, conhecemos três jovens: Luci, Rafa e Bruno. Melhores amigos.

Lucinda, a personagem deste romance acaba de completar treze anos, quem não se lembra dos 13 anos? Para muitos esta é a melhor fase da vida, o primeiro passo para a pré-adolescência, passamos a ver o mundo, as pessoas de uma forma diferente. Principalmente as meninas, pois é nesta fase que entramos na puberdade e apesar do medo, é uma idade inesquecível. 

O problema em torno deste livro é que Luce não quer ter treze anos e, sim dezesseis, no mínimo quinze anos. Luce é uma menina muito jovem, e está ideia fixa a certo ponto terminou por me incomodar bastante, pois fui apresentada a uma personagem fútil com pensamentos infantis e grandiosos demais.

Como eu disse anteriormente, os treze anos é uma fase transitória e os adolescentes passam por muitos mudanças, e essas mudanças são importantíssimas para formar o ser humano que esses jovens serão em sua fase adulta. Eu nesta idade ainda brincava de pique esconde com o meu irmão menor, adorava assistir desenhos animados- este é um habito que tenho até hoje. Na escola nunca fui popular, fui aquela garota vista por seus colegas como um exemplo, pelo o bom comportamento e as notas boas, claro tive amizades que em algum momento terminaram por me levar a novos caminhos, desconhecidos, mas aquele título de " garota exemplar " permaneceu.

Com essa obsessão, Luce e Rafa recorrem a um método moderno e muito prático para aparentarem serem mais velhas, a maquiagem. Como bem sabemos a maquiagem atualmente realiza muitos milagres e para Luce e Rafa que são meninas bonitas com rostinhos infantis essa é a solução perfeita para solucionar o problema. Maquiada e com aparência de uma garota de dezesseis anos, Luce conhece Noah, o vocalista de uma banda juvenil, para chamar a sua atenção mente ao dizer que tem dezesseis anos.

Noah, é lindo. Eu diria que é o garoto que quase toda jovem de treze anos sonha em namorar. Eu não sei o que dizer sobre ele, é um personagem carismático e apesar de ser um amorzinho ele não se encaixava neste enredo. Ele tem dezoito anos e é um adolescente chegando a fase adulta, ele é muito diferente dos demais personagens. É independente e muito diferente de Luce pois já tem a liberdade necessária, e obviamente já responde por seus atos. 

E este é o grande problema final do livro, porque Luce só tem treze anos e infelizmente é impossível ela desejar ter dezesseis anos e dá noite para o dia acordar com essa idade, como aconteceu com a personagem do filme "De repente 30", uma comedia romântica famosa estreada em 2004 que meio que apresenta uma história bem similar a de Luce porém, a personagem ao completar treze anos deseja ter trinta anos e isso de fato acontece, existe um pulo no tempo.


 A garota de treze, foi um livro extremamente difícil para avaliar, porque apesar de algumas atitudes imaturas da personagem Luce este é um livro muito fofo e sem dúvida tem seus ensinamentos. Não podemos esquecer que todas as idades pelos quais passamos na vida aprendemos e mudamos, é natural errar, isso é bom pois  nos evoluí naturalmente com o tempo. Por isso, acredito que Lucie apesar de suas façanhas aprendeu essa lição.

O que mais me conquistou neste enredo de Lilian Reis e vou deixar claro que a minha avaliação é por ele. Bruno é aquele personagem que é extremamente carismático, é um jovem muito bem intencionado e apesar da pouca idade tem um pensamento mais maduro. Eu fui conquistada por este garoto de uma forma que nem tem explicação, ele é apaixonado por Luce a muito tempo e este é um amor praticamente impossível de ser correspondido segundo Luce. Eu sei por experiência própria que um relacionamento entre melhores amigos é complicado, nem sempre é, as vezes este é um relacionamento duradouro que leva até a um casamento, para muitos este é um dos melhores, mas tem casos que isso termina por afetar bastante a amizade após o termino da relação.

O que eu vi entre Luce e Bruno sem dúvida é um sentimento muito forte e intenso, pois apesar das confusões apresentadas eles se mostraram fieis um ao outro. Não sei se está foi a intenção de Lilian, mas o que eu vi entre eles dois foi um amor que Luce jamais terá com outro rapaz, nem mesmo por Noah. 

Eu estou muito ansiosa para ler a continuação, o final foi corretíssimo me deu esperanças e expectativas. A verdade é que estou ansiosíssima para o retorno de Bruno e ver as mudanças que o tempo trará para Luce e seus amigos.

Você também pode gostar

0 (Comentários Desativados)

PARCEIROS

Fãs do Blog

Seguidores (2342) Próxima

PUBLICIDADE