Resenha | The Wrath and the Dawn (A Fúria e a Aurora) de Renée Ahdie

segunda-feira, janeiro 25, 2016



Eu te amo, mil vezes mais. E nunca me perdoarei.




Uma história de amor épica, inspirada em " As Mil e uma Noites ". A cada amanhecer traz o horror de uma família diferente em um país governado por um assassino. Khalid, o califa de Khorasan de dezoito anos, tem uma nova esposa todas as noites só para executa-la ao nascer do sol. Então é uma surpresa e de se desconfiar quando Shahrzad de dezesseis anos se voluntária para casar-se com Khalid. Mas ela fez isso com um plano inteligente de permanecer viva e ter a oportunidade de vingar a morte de sua melhor amiga e inúmeras outras garotas que Khalid matou. Shazi’s é inteligente, e sua força de vontade a mantém viva. Mas, ela acaba não resistindo e começa a suprir sentimentos pelo o assassino de sua melhor amiga. Shahrzad ao se aproximar do menino-rei assassino descobre que ele não é o que imaginam e que há explicações por ele ter matado tantas esposas a cada amanhecer.



Autor: Renée Ahdie | Páginas: 416 | Ano: 2015 | 
*Será lançado por Globo Alt, em maio ! 


Quando eu soube que a Editora Globo havia adquirido os direitos desta obra, não esperei muito para conferir do que se tratava, fui informada que era uma romance baseado no Quando eu soube que a Editora Globo havia adquirido os direitos desta obra, não esperei muito para conferir do que se tratava, fui informada que era uma romance baseado no clássico " As Mil e uma Noites " , uma história que conheci muito pouco sobre e quando li este livro de Renée Ahdieh eu achei que havia poucos adaptações porém eu curiosa fui verificar mais informações sobre a obra original e percebi que realmente é uma adaptação e existe muitos detalhes diferentes. Enfim, são histórias diferentes com algumas semelhanças. 

A História de "As Mil e umas Noites" relata que um rei que foi traído por sua amada esposa, e ao saber da traição manda matar-lhe e o rapaz em que ela tinha um caso. Após o episódio da traição o rei jurou a se mesmo que jamais iria confiar em nenhuma outra mulher e em consequência disso todas as noites era visitado por várias mulheres e todas ao amanhecer eram mortas. Está chacina dura 3 anos e durante esses anos cetenas de jovens morreram, até o surgimento de uma jovem chamada Xerazade, está visando dar fim aos anos de sofrimento se alto voluntária para ser a nova esposa do rei Xariar. Após muita insistência o rei a aceita e ao passar sua noite de nupcias, Xerazade pede permissão para contar uma extraordinária história, o rei permite e escuta a história atentamente porém ela não termina e deixa o rei curioso. O rei curiosa autoriza-a contar a continuação na noite seguinte. Desta forma todas as noites Xerazade conta histórias ao rei e ao fim de suas histórias ela permaneceu viva por anos e deu 3 filhos ao rei. Após esses anos o rei percebeu que Xerazade era digna de sua confiança e ela continuou sendo a sua rainha. Este romance é considerado um clássico devido a sua tamanha repercussão e as diversas adaptações que surgiram derivadas de sua história.




Na história de Renée Ahdieh conhecemos um país chamado Khorasan, governado por um jovem de dezoito anos chamado Khalid. Khalid como o rei de " As Mil e uma Noites " todas as noites mata uma esposa ao amanhecer. Diferente da obra original, o rei Khalid aparentemente não tem uma justificativa, um motivo que justifique seus atos de crueldade por matar jovens que chegam até ele para amá-lo. E é motivada por está curiosidade e um sentimento de vingança que uma jovem de dezesseis anos chamada Shahrzad se voluntária para ser sua nova esposa. Shahrzad odeia o rei Khalid, pois sua melhor amiga como qualquer outra jovem que teve contato com ele foi brutalmente morta.

Shahrzad não consegue compreender porque o rei simplesmente mata suas esposas e após o casamento e sua noite nupcial faz a mesma estrategia de Xerazade da obra original ao iniciar uma história. Shahrzad tenta seduzir o rei Khalid despertando sua curiosidade para saber o final de sua história e apesar de Khalid perceber sua estrategia a mantém viva prometendo mais um dia. 



Shahrzad teme a morte porém suas histórias é tudo que tem para manter-se viva a cada amanhecer. Como eu já disse, Shazi’s é uma jovem de dezesseis anos e diferente das esposas anteriores de Khalid é deslumbrante sendo dona de uma incrível beleza e uma personalidade forte e isso faz com que o rei a mantém viva por mais de uma noite. Shahrzad nota que apesar do interesse por suas histórias o rei se encontra interessado em desvendar seus segredos. Todas as noites o rei tenta fazer com que ela diga o motivo de seu real interesse em ser sua esposa. 

Todos do palácio começam a ver a sutil mudança no rei após o seu novo casamento o que fez surgir uma fagulha de esperança ao horizonte, ainda muito distante mas já é uma promessa que um dia todo reino estará salvo. Shahrzad e Khalid ainda conheceram muitas histórias até terem a oportunidade de se vangloriarem com o final feliz que merecem. 

The Wrath and the Dawn é um dos melhores livros que já tive a oportunidade de ler e me sinto muito orgulhosa com está leitura. Shahrzad e Khalid são maravilhosos e eles me envolveram tanto neste drama que senti vontade de conhecê-los pessoalmente. Recomendo que adicione e memorizem o nome desta talentosíssima autora, pois em breve a Editora Globo o estará lançando aqui no Brasil. 

Você também pode gostar

0 (Comentários Desativados)

PARCEIROS

Fãs do Blog

Seguidores (2342) Próxima

PUBLICIDADE