Casal Dramione

Resenha | Uma história de família, de Raquel S.D

10.2.18,0 Comments


Plataforma: Social Spirit | Data de Lançamento: 27/10/2017 | Autora: Raquel S.D | PG: 18 anos
Gênero: Ação, Família, Romance e Novela | Aviso: Sexo

Uma história de amor envolvendo duas pessoas Draco Malfoy e Hermione Granger, mas nem tudo foi um conto de fadas e uma hora a é necessário que a família descubra o que realmente aconteceu, e quer alguém melhor para contar do que o próprio protagonista? 

E isso que vocês vão acompanhar nesta nova Dramione, uma historia que vai te fazer rir e chorar, amar e odiar, emoções a flor da pele e assim descobrir que nem sempre para se chegar ao "felizes para sempre" o caminho é fácil.


Em Dezembro de 2017 indiquei através de uma lista minhas cinco fanfics favoritas de um dos casais que eu mais AMO: Dramione. Pouquíssimas pessoas tem conhecimento desse meu segredo, sim, segredo! Quem ler fanfics sabe que Draco Malfoy e Hermione Granger, formam um dos ship mais populares - se não o mais popular - da Série Harry Potter, mas alguns leitores torcem o nariz para essa possibilidade. Independente da situação, ou universo, o casal Dramione possui excelentes histórias, muitas delas conseguem captar a atenção dos fãs da série, mesmo aqueles que desaprovam esse ship se veem encantados por algumas histórias, confesso que muitos escritores de fanfics possuem uma percepção sobre a história de Harry Potter tão boa que J.K.Rowling ficaria com inveja, pois muitas delas relatam narrativas que nos faz duvidar se o final imposto por Rowling foi o melhor para cada um de seus personagens, principalmente para Hermione Granger e Draco Malfoy.

Eu respeito J.K.Rowling, é uma excelente escritora, então eu espero que também respeitem minhas preferências.

Uma história de família inicia-se com um prólogo onde Draco é pai de três filhos: Lyra, Scorpio e a pequena Maia. Essa fanfic começa a ser narrada para os seus dois filhos mais velhos, os gêmeos, Lyra e Scorpio. Draco decide contar a verdade por trás do conto de fadas que Maia sempre ouve a noite antes de dormir. 

Lyra e Scorpio, estão com 19 anos, e sabem que seu amado pai no passado foi um Comensal da Morte, porém nunca entenderam como ele e Hermione vieram a se relacionar se estavam de lados diferentes durante a guerra, a partir dessa narração vamos acompanhando como essa história se iniciou pelas perspectivas de Draco e Hermione, apesar de Hermione não estar presente nesse prólogo.

Draco olhou para os filhos ali sentados em sua frente, com olhos curiosos que tanto lembravam Hermione. Eles não era mais seus bebês, eles já eram adultos e talvez tivesse na hora de tratá-los como tal.
— Tudo bem. Eu vou contar como tudo começou.

O Draco Malfoy que nós conhecemos é arrogante e egoísta, ele não se casaria com Hermione e teria filhos com ela se isso não o beneficia-se de alguma forma, sabemos disso, e por isso essa história está longe de ser um conto de fadas, o que vemos inicialmente é Draco em uma encruzilhada ao perceber que essa guerra iniciada por Voldemort só trás mortes e sofrimento, ele percebe que o seu fim está próximo e obviamente estar do seu lado não o beneficiará, por isso propõe um acordo a única pessoa que é inteligente o suficiente para não recusar: Hermione Granger.

Uma das coisas que Draco mais teme é ver sua mãe ser punida pelas decisões do seu pai, apesar das suas escolhas egoístas e covardes ele sabe que Narcisa sofrerá mais ainda ao ver seu único filho ir para Azkaban, por isso casar-se com Hermione Granger por mais decepcionante que seja é o que os livrará do destino cruel que os aguarda ao fim da guerra.

—  Então eu quero me casar com você, não somente por causa da herança, mas também por causa de quem você é. Vou precisar de seu testemunho depois que esta merda toda acabar, de que eu mudei, que fui obrigado a fazer o que fiz, o que não é nenhuma mentira. Que eu não gostava e nem levava nada desta purificação de sangue a sério, tanto que me casei com uma nascida-trouxa.

Hermione tem uma difícil decisão a fazer, ela tem consciência que casar-se com Draco não somente chocará ao mundo bruxo, Ron e Harry podem nunca a perdoar por essa decisão, mas por um bem maior, por Harry e todos que estão sofrendo, ela aceitar casar-se com Draco, dar-lhe um herdeiro conforme exige a tradição Malfoy, testemunhar a seu favor e de sua mãe quando chegar o momento, e em troca Draco lhe dará o Diário de R.A.B que têm informações valiosas dos Horcruxes que não foram destruídos.

Com esse casamento Draco e Hermione ficarão ligados um ao outro para sempre, só a morte os separará.

— Trouxe um contrato para que você assine.  disse passando um pergaminho para o loiro.  Aí está escrito que você me passará as informações obtidas das Horcruxes e relativas à guerra e por minha vez, eu casarei com você e te darei um herdeiro.
Draco leu o documento e ambos assinaram.

Ao aceitar o acordo não demora muito para que Draco e Hermione oficializem essa união em uma cerimônia privada, e com o casamento consumado nada mais pode ser feito para o acordo ser revertido. E, então casada, Hermione vive em uma montanha russa de emoções, como previsto, Harry e os Weasleys não recebem bem a notícia sobre o seu casamento repentino, e sentem-se traídos, principalmente o Harry.

Hermione esperava que eles se sentissem estupefatos com a notícia, mas ela é surpreendida com o olhar de ódio de Harry, e a presença e escárnio de Draco torna a situação pior. Agora casada, Hermione passa a viver com Draco, que não mora na Mansão Malfoy. Quando Narcisa Malfoy recebe a notícia sobre o casamente por Draco sente-se insultada e extremamente irritada com a notícia, porém ela sabe sobre os seus propósitos e apesar de acreditar que Draco merece alguém com um status e posição social melhor termina aceitando Hermione, a contragosto. 

— Sonhei tanto Draco com seu casamento, com minha futura nora.  dizia triste —  meus netos lindos e educados e agora me casa com... isso   lançada olhares a Hermione que permanecia calada, mas morrendo de vontade de voar em sua sogra socar aquela cara nojenta até ver aquele nariz empinado arrastando no chão  Pelo menos saia para comprar algumas roupas dignas de uma Malfoy pra essazinha, você não pode ser visto andando com uma quase lixeira  completou esnobe. 

De férias, e entendiados, Hermione aos poucos vai construindo uma rotina ao lado de Draco e diferente de tudo que poderia imaginar seus dias não são tão ruins. Ela consegue apresentar a Draco alguns dos objetos trouxas mais famosos, a tevê e o vídeo game. Logo ele se torna um viciado em televisão e vídeo game, mas ele nunca confessaria isso a Hermione ou a qualquer outra pessoa. 

Em meio a uma atmosfera mais leve, Draco e Hermione deixam-se envolver durante as férias, aproveitando o tempo livre e descobrido coisas um sobre o outro. Hermione percebe que Draco é um jovem que sorrir e diverte-se como qualquer outro, ele não é realmente mau o tempo todo e ela começa a se sentir atraída pelo o que descobre, e ainda mais quando descobre que a suas vida é extremamente conflituosa e sofrida.

Ele apertou sua mão na dela, alguns minutos se passaram com os dois deitados um de frente para o outro, de mãos dadas, gravando em sua memória cada traço do rosto um do outro, cada marca, cada expressão. Depois do que pareceu uma eternidade, Draco chegou bem perto da castanho, seus narizes quase se tocando.
— Obrigado Hermione. Obrigado por estar ao meu lado — e selou seus palavras com um beijo casto, um mero encostar de lábios, mas que passava um sentimento muito maior.

Vivendo em seu melhor período com Draco, Hermione aproveita esse tempo para conhecer todas as suas faces e termina conhecendo-o sobre uma perspectiva nunca antes revelada a ninguém. Íntimos como marido e mulher, Draco e Hermione não poderiam funcionar melhor, mas como dois jovens que compartilham opiniões e pensamentos diferentes eles ainda têm muito o que conhecer sobre o outro.

(...)Draco sentia necessidade de estar com ela; ele não queria admitir, mas estar com a castanha era bom, prazeroso e divertido.
Encostou seu rosto no de Hermione, ficando preso aos profundos olhos castanhos que o embriagavam. Draco não conseguiu negar que queria sentir o cheiro da pele da garota e saborear seu gosto mais uma vez. Aproximou-se dela, seus lábios se encontrando com força. Puxou-a para seu colo, encaixando-se em seu corpo como se os dois fossem um só. 

Ao início de um novo ano letivo, Draco e Hermione retornam para Hogwarts e mesmo agora que se conhecem um pouco mais aquela irritação e confrontos do passado ainda está presente. O retorno às aulas está sendo difícil, principalmente para Hermione que está solitária e sufocada com todos os sentimentos que sente por Draco e Draco apesar de receber alguns olhares costumeiros continua sendo o príncipe da Sonserina, essa situação forma um quadro triste, Hermione está sofrendo muito enquanto Draco continua com a vida que sempre teve, mas no geral é muito gostoso acompanhar a convivência desses dois em meio a um ambiente que trás muitas lembranças.

É perceptível que Draco e Hermione são bons juntos, Raquel nos deleita com muitos momentos divertidos entre os dois, mas há muitas coisas acontecendo, eles vivem realidades diferentes e mesmo agora que estão casados, infelizmente isso não pode ser ignorado, uma guerra precisa ser finalizada e eles precisam se sair vitoriosos.

Draco tinha total consciência que não estava tratando Hermione bem, mas era melhor para ela. Se ele continuasse sendo o cara legal e divertido que ele se deixou ser durante às férias, ela se apaixonaria tinha certeza, e uma coisa que Draco tinha certeza era que amá-lo não era saudável, amá-lo sempre era letal. As pessoas que o amam, sempre se machucam.

Atualmente, Uma história de família está com dezessete capítulos e Raquel S.D a atualiza uma vez  por semana. 

Eu amo essa história pois a escrita de Raquel é super envolvente, e sua narrativa não é cansativa. Ela conseguiu construir essa relação conjugal entre Draco e Hermione de uma forma divertida, e atraente. O casal Dramione passam a se conhecer um pouco mais sob uma perspectiva nunca antes imaginada, nem em seus piores pesadelos. Hermione mesmo sem querer se sente atraída fisicamente por Draco que apesar de ser um jovem de personalidade odiosa é atraente e sabe ser um gentleman nos momentos certos. E Draco mesmo que contrariado tem Hermione como um apoio nesse momento tão difícil de sua vida, ele sabe que Hermone é uma garota carinhosa, inteligente e agora tem consciência que ela é incrivelmente atraente com seu jeito singular, e isso o deixa louco às vezes.

Enfim, essa história lhes dá a chance de conhecer quem são verdadeiramente, e na minha opinião é isso o que mais vicia em Uma história de família

Se interessou por ler Uma história de família? ↴



Você também pode gostar