Divulgando | Sonata em Auschwitz, de Luiza Valente


Com descrições de tirar o fôlego e diálogos que revelam o que há de melhor e mais cruel no ser humano, Sonata em Auschwitz confirma a vocação da autora para o romance histórico 

Um bebê nascido nas barracas de Auschwitz-Birkenau em outubro de 1944 e uma sonata composta por um jovem oficial alemão, na mesma data, também em Auschwitz, dão origem a duas histórias que se cruzam e se completam. Décadas depois, Amália, portuguesa com ascendência alemã, começa a levantar o véu do passado nazista de sua família a partir de uma partitura que lhe é revelada por sua bisavó. A dúvida de que o avô, dado como morto antes do fim da Segunda Guerra, possa estar vivo no Rio de Janeiro leva Amália a atravessar o oceano e a conhecer um casal de judeus sobreviventes do Holocausto. A ascensão do nazismo em Berlim, a saga dos judeus húngaros da Transilvânia, os mistérios acontecidos no campo de extermínio da Polônia e o pós-guerra numa casa cheia de segredos à beira de um lago de Potsdam oferecem os trilhos que Amália percorrerá para montar o quebra-cabeça. 

Luize Valente é uma autora cujas tramas nascem de sua imaginação privilegiada e ganham corpo com pesquisa histórica rigorosa. Elaborada com extrema sensibilidade e precisão investigativa, sua narrativa envolve o leitor em mistério, suspense e profundos sentimentos.

DATA DE LANÇAMENTO: 06/11/2017 | NÚMERO DE PÁGINAS: 378

Compartilhar:

0 (Comentários Desativados)