Resenha | Sangue da Princesa, de Mayrluci M. Kappes

domingo, janeiro 03, 2016


Se você não é nenhuma princesa,  pare de esperar pelo príncipe encantado. Mas, se for .. 


Após um convite inesperado do rei a vida de Aurora Avin passa de pacata e desinteressante para uma vida cheia de romances, aventuras e mistérios a serem resolvidos...Tudo o que era antes simples para Aurora se torna complicado. Sua amizade com o comandante Cassian se torna um pequeno desastre amoroso e sua paixão pelo príncipe Matthew se torna insuportável de evitar. Três corações envolvidos um deles terá de se quebrar? Descubra lendo Sangue de Princesa.


Autor Mayrluci M. Kappes | Páginas: 297Skoob: Adicionar


Conheci " Sangue de Princesa " através de um grupo do livro A Herdeira, o quarto volume da Série A Seleção de Kiera Cass. Eu não conhecia, obviamente, porém consegui adquirir o ebook através da própria autora que me deu uma cópia de seu e-book como cortesia. Sinceramente, fiquei muito feliz com o carinho e a gentileza de Mayrluci e também fiquei encantada com o mundo mágico de contos que ela imaginou e ainda mais por ser uma distopia que hoje é um dos meus vícios literários. 


Recentemente comecei a adquirir sentimentos por autores brasileiros e suas obras que sempre surpreendem e muitas delas me deixam tão aforismada pela continuação e mais uma dessas obras que me despertou tamanha curiosidade em saber sobre sua continuação foi " Sangue de Princesa " que me conquistou aos poucos com a determinação e força do seu enredo em mostrar um ambiente sombrio por conflitos e ainda assim nos cativar com um bonito romance.


Em " Sangue de Princesa " somos apresentados a uma jovem chamada Aurora Avin que vive no palácio do Reino de Gade. Aurora é uma empregada e o livro começa quando ela misteriosamente foi convidada pelo o rei para participar de um baile em homenagem ao seu 17º Aniversário. Neste Baile, Aurora tem a oportunidade de conhecer o lindo e charmoso Príncipe Matthew que acabará de retornar após uma expedição de estudo. O sonho de Aurora sempre foi conhecer o príncipe e como toda jovem sonhadora imagina alguém como Matthew ao seu lado. 

Aurora é órfã e sua realidade sempre foi as sombras do palácio, porém do dia para a noite sua vida muda completamente. Apesar do príncipe não a reconhecer como sendo a moça do baile, ele termina a contratando para ser sua copeira após a sua antiga sofrer um acidente que a manterá impossibilitada de cumprir com as necessidades do príncipe. Com o novo cargo aproximação dos dois é impossível de não acontecer, até porque o Príncipe Matthew não é nenhum pouco esnobe e trata Aurora muito bem, sendo sempre muito gentil termina conquistando o seu carinho e sua confiança.

Aurora, apesar de se deleitar em ter a oportunidade de conhecer o Príncipe Matthew de perto, não consegue entender  o motivo que levou o falecido Primo do Rei de Gade,  Thomas Avine a providenciar um baile a seu nome antes de seu falecimento. Mas, enquanto Aurora não desvenda este mistério, aproveita a companhia do príncipe.




Infelizmente, surge um triângulo amoroso e não consegui mais perceber sentimentos verdeiros por parte da Aurora, esta relação além de me irritar muito logicamente deixa o romance muito parado pela falta de uma ação decisiva. Mas, como há uma escolha a se fazer e a própria personagem não consegue se entender, eu fiz a minha escolha e espero muito que eu esteja certa. 

O livro termina de forma muito bruta e no ponto ápice da história, é logico que foi uma estrategia muito legal. A curiosidade sem duvida me atingiu muito, porque o final é tão revelador a ponto de me fazer repensar sobre a tamanha certeza em relação ao romance, e também em relação a própria Aurona que entrou na vida pessoal de uma família da realiza tão estranhamente e fica difícil não pensar no seu real papel, sendo que o seu próprio passado não é revelado, é como se ela não tivesse uma identidade. 

Os pontos negativos da história é algo puramente pessoal de minha parte ao não gostar de triângulo amoroso e por achar que faltou alguma coisa na personalidade de cada um dos personagens centrais, como Aurona e Matthew.  Porém isso não afetou meu carinho por eles, e principalmente por Matthew que é um príncipe em todos os sentidos e ainda mostra-me uma independência e uma falta de apego ao seu título que me cativou. Creio que se ele pudesse, ou se tivesse a chance de ser uma pessoa normal e não um príncipe ele iria aproveitar está oportunidade e ainda mais se estivesse ao lado de quem acredita amar.


" Sangue de Princesa " é um livro muito carismático e faz com que nos orgulhamos de nossos autores que movidos por uma vontade, um desejo de escrever nos encanta com personagens tão simples, mas impossíveis de não amar. Espero em breve voltarei com notícias sobre este livro e quem sabe com uma data de lançamento. 

Você também pode gostar

0 (Comentários Desativados)

PARCEIROS

Fãs do Blog

Seguidores (2342) Próxima

PUBLICIDADE